sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Bananinha

Oi gente, tudo bom?
Hoje trago uma receita delicia de bananinha vendida nas padaria aqui do sul, aí também vende? tem esse nome também?
Banana envolta em uma massinha e frita, eu amo!
Foi a primeira vez que fiz e não mudaria em nada a receita por que ficou divina, muito bom mesmo!
A receita encontrei no canal Vó Lurde no youtube.

Se alguém fizer alguma receita aqui do blog e compartilhar no instagran marquem a #LuwgBlog que eu quero poder acompanhar e ver as fotos de vocês. Obrigada! =)

Me segue no insta >> https://www.instagram.com/luizawg/

Ingredientes:
3 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de açúcar
1 colher de margarina
1 e ½ xícara de leite
1 ovo

Modo de Preparo:
Em uma bacia mistura todos os ingredientes e mexe até ficar bem homogêneo.
Envolva a banana nessa massa e frito em óleo quente até dourar.
Passe no açúcar com canela e sirva.
Dicas:

✓A massa deve ficar com a consistência parecida com bolinho de chuva.

✓Caso precise adicione uma colher de leite até que a massa fique boa.

✓Não deixe de passar no açúcar com canela por que esse passo dá um 'tchan'.

✓Eu preferi cortar a banana ao meio mas pode fazer com a banana inteira.

✓Usei banana bem madura

✓Quando fritar vai ficar com 'rebarbas' sabe? mas é só tirar antes de passar no açúcar com canela.

4 comentários:

  1. Amiga,
    Essa receita pra mim é novidades, babei!
    Amei! Tenho que colocá-la em prática!

    Beijinhos, bom fds ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu,
    Nunca comi esta bananinha, mas deve ser deliciosa!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Ahhh, mas as rebarbinhas também são ótimas rsrs. Eu adoro quando os bolinhos de chuva ficam cheio de coisinhas estranhas assim rsrs.
    Aqui não vende nas padocas, mas já comi e sei que é bom, principalmente com o detalhe final de açúcar e canela... hummmm...
    Abração e feliz dia.

    ResponderExcluir
  4. Amo banana! mas fui ontem ao mercado e nem comprei. Muito caro! Quase cinco reais o quilo.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário.
Volte sempre!
Por Luiza Westphal